• CHAVES PARA A FELICIDADE

    A primeira chave e o desejo de liberdade. A segunda é o discernimento, a capacidade de distinguir o real do aparente. Isso significa transcender a nossa história pessoal e deixar de lado a subjetividade do ego. Questionar a personagem que construímos ao longo da vida. Nesse sentido, o Yoga é  uma revolução interior. Pede-se coragem para dar esse passo. É necessário compreender as causas reais do mal-estar.   


    Pedro Kupfer


  • OS MANTRAS DA SAUDAÇÃO AO SOL

    Estes mantras podem ser feitos junto com os doze movimentos do sūrya namaskāram, a saudação ao sol tradicional, associando igualmente esses movimentos com a respiração.


    Pedro Kupfer


  • PARA CONSAGRAR O ALIMENTO

    Diferentemente do que possa parecer à primeira vista, este mantra não é precisamente um agradecimento, mas uma maneira de tomar consciência do significado do ato de nutrir-se. Consiste em levar a mesma consciência da unidade que permeia todas as coisas para o nosso prato. Podemos fazer ele mentalmente com os olhos fechados, o que irá nos levar apenas algumas respirações profundas à beira da mesa, ou ainda verbalizá-lo em voz alta se preferirmos.


    Pedro Kupfer


  • MEDITAÇÃO DA EXPANSÃO

    Quando compreendo que sou a consciência que já estava desde antes da mente e do desejo, que permanece durante e que fica depois, que estava desde antes do corpo, que está no corpo agora, e que permanece depois, que estava antes do prāṇa, que está na vitalidade agora, e que fica depois, aquilo que chamo de minhas preocupações se reduz até a insignificância.


    Pedro Kupfer


  • MUDANÇAS E FELICIDADE

    O grande segredo, se há um neste jogo, é reconhecer que as mudanças fazem parte da própria dança da vida, mas nenhuma delas poderá trazer para nós felicidade, pois felicidade é o que já somos. Seria sábio lembrarmos disso a cada momento.


    Pedro Kupfer


  • COMO USAR A JAPAMĀLĀ

    O sânscrito tem 54 letras. Ascendendo e descendendo temos 108. A é a primeira letra, o primeiro som. Ha é a última. Cada um deles é um nome de Īśvara. Assim, você escolhe um nome e o repete 108 vezes, simbolizando que você repetiu todos os nomes de Īśvara, do primeiro ao último.


    Swami Dayananda Saraswati


Primeira < 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 > Última

Cursos

  • Você, Ilimitado

    com Pedro Kupfer
    Online
  • Cursos, Viagens e Eventos

    com Pedro Kupfer
    no Brasil, em Portugal e na Índia
  • Āsana e Autoconhecimento

    com Pedro Kupfer
    Ericeira, Mafra, Portugal
  • Formação em Yoga | Portugal

    com Pedro Kupfer
    Ericeira, Portugal
  • Yoga e Cultura na Índia

    com Ângela Sundari e Pedro Kupfer
    Índia